Seriados | Jessica Jones

Oi gente, tudo bem? 🙂

Confesso que demorei um pouco mais do que a maioria das pessoas pra assistir Jessica Jones, porque tinha ficado ressentida com a atriz, depois do papel dela em Breaking Bad. Eu sei, é um motivo bem infantil, mas fazer o que? hehehe

E gentee, que tempo perdido!

confira-cartaz-com-jessica-jones

Jessica Jones é uma detetive particular, contratada tipo freela, principalmente por uma advogada que sabe dos seus métodos pouco convencionais de conseguir informações, o que se deve, principalmente, aos poderes dela de pular super alto, e ser muito, mas tipo MUITO forte.

A Jessica é do tipo anti-herói, lidando com alcoolismo, e com um passado extremamente sombrio, onde ela passou por um relacionamento abusivo com o vilão que até hoje me dá um arrepio de lembrar – o Kilgrave.

A série acontece em Nova York ❤ e é do tipo que tu termina cada episódio assim:

tumblr_o52ot8ubwk1rlo78oo9_r1_250

Fonte:jessicajonesdaily.tumblr

Agora, vai lá e assiste, antes que eu acabe te contando algum spoiler de tanta emoção! 😉

O Que os Outros Pensam de Você?

Oi gente, tudo bem? 😀

Por acaso tu é daquele tipo de pessoa sempre preocupada com a opinião dos outros a teu respeito? Fica super se atucanando, querendo adivinhar o que “os outros” vão pensar da tua roupa, comportamento, ou o que quer que seja?

Então hoje estou aqui pra quebrar esse conceito. Posso te garantir que pensar/agir dessa forma não te ajuda em nada. Duvida? Então vem comigo refletir sobre esse tema no vídeo dessa semana! 😀

Sempre Haverão Imprevistos

Oi gente, tudo bem??

IMG_0361

Neste fim de semana, viajei com a turma da faculdade para uma saída de campo. E ontem, o bus que estávamos esperando para voltar para casa, quebrou, e não era possível encontrar outro, pois estávamos no meio do mato.

Ok, 5h mais tarde chegou outro. Após 1h de viagem, ele atolou na lama. Descemos, foram colocados galhos e pedras, mas o bixin não saiu do lugar. Não havia sinal de celular.

Chamou-se a polícia, que levou mais de 2h para chegar, e não tinha muito o que fazer quando chegou. Mais 2h de espera, no escuro, no frio, no meio da lama, sem conexão, mortos de fome pois não comíamos desde o almoço. Chegou então um trator, que nos resgatou, e pudemos finalmente seguir viagem.

Pela previsão inicial, estaríamos todos de volta em casa às 19h. Acabamos chegando quase às 3h.

Foi ruim. Foi chato. Foi cansativo e demorado. Eu reclamei, porque sou humana. Mas o fato foi que aceitei a situação da melhor forma possível. Reclamei pouco, e de forma calma. Não esbravejei, não me vitimizei, nem catastrofizei, como algumas pessoas fizeram, imaginando se iriam morrer naquela situação (oi?!?! pouco exageiro, hein galere).

Fiquei orgulhosa de mim! heheh Observei atentamente meus sentimentos, e os aceitei, sem lutar contra eles, me conectando em diversos momentos com a minha respiração, que sempre me ajuda nesse processo, enquanto esperava o tempo passar, pois era a única alternativa.

Hoje acordei às 10h, após 6h de sono na minha própria cama, de banho tomado! Queria ter dormido mais, é verdade; mas amanhã tem prova, e a vida segue, independentemente dos percalços e imprevistos que possam (e sempre irão) acontecer.

Boa noite, e uma maravilhosa semana!! 😀

O Poder do Subconsciente

Oi gente tudo bem?? 🙂

No vídeo dessa semana, vim te convidar a refletir comigo sobre questões que vim pensando a partir da leitura do livro “O Poder do Subconsciente”, escrito pelo médico americano Joseph Murphy.

Você é capaz de muito mais do que imagina, se apenas acreditar verdadeiramente no que está buscando!

Vivendo o Momento Presente

Oi gente, tudo bem? 🙂

Essa semana não rolou vídeo novo, então vim compartilhar por meio de um post (já estava mesmo com saudades)! 😀

Ao longo dos últimos 6 anos, venho praticando yoga, e ao longo desse tempo muita coisa na minha vida mudou.

Praticar yoga vai muito além de fazer posturas bonitas e colocar o pé atrás da cabeça; isso qualquer um pode fazer em uma academia de ginástica, ou até mesmo em casa.

happy-saturday-yoga-illustration.png

O yoga sutra diz “yogas chitta vritti nirodhah” – “yoga é a cessação das turbulências da mente”. Ou seja: não adianta nada estar com o pé atrás da cabeça, pensando nas contas a pagar, no que o colega está pensando de você, na morte da bezerra. É preciso focar a mente no presente.

Estar presente. Seja na atividade que for; lavando a louça, tomando banho, no ônibus, no trabalho; esteja presente, viva o momento que de fato está acontecendo, pois ele sim é perfeito.

Uma maneira fácil de exercitar a presença é a técnica do S.T.O.P., que para mim foi muito útil para aprender a voltar a atenção para o aqui e agora, quando eu me percebia “viajando”, tentando prever o futuro, ou revivendo acontecimentos passados.

S → STOP: pare o que está fazendo; seja caminhando ou parado; pare tudo o que estiver fazendo, interrompa o pensamento desagradável que te desconecta do agora.

T → TAKE A DEEP BREATH: faça uma respiração profunda, com os olhos fechados, concentrando-se inteiramente neste simples ato de inspirar profundamente e exalar todo ar que puder.

O → OBSERVE: olhe à sua volta, perceba o ambiente onde você está, os sons, conecte-se com o momento que de fato está acontecendo, e veja que neste momento está tudo bem.

P → PRAISE YOURSELF: congratule-se; parabenize-se por ter interrompido seu pensamento que estava te desconectando do momento presente, da sua realidade.

girl-summer.png

Fonte: ll-creative.com

Onde aprendi essa técnica: https://www.youtube.com/watch?v=K6LlfNoGFuE

Experimenta praticar o S.T.O.P. e me conta nos comentários como te sentiu! Se quiserem, faço para a próxima semana um vídeo aprofundando no assunto “Estar Presente”, que tal?

Tenha um ótimo fim de semana! 😀

Reflexão | Como Você Lida com a Inveja?

Oi gente, tudo bem? Como foram de finde? 🙂

Sabe quando você percebe algo em outra pessoa que gostaria de ter também, seja o que for? Pode ser um bem material que alguém comprou e você gostaria de ter também, uma viagem que alguém fez e você também queria poder fazer, as possibilidades são infinitas.

O principal é: como você reage a esses sentimentos? Vem refletir sobre isso no novo vídeo que está no ar! 🙂